Grand Prix SENAI envolve 52 equipes no Innovation Camp Live

Grand Prix SENAI envolve 52 equipes no Innovation Camp Live

Estudantes do SENAI de SC usam a tecnologia e a  inovação para promover a saúde integral das pessoas. 

Eles participaram do Grand Prix de Inovação e utilizaram a metodologia l Innovation Camp Live da Junior Achievement SC

    

Mais de 260 jovens estudantes do SENAI de 35 cidades catarinenses participaram de uma imersão para a busca de soluções inovadoras para a questão da saúde. Utilizando a abordagem do Design Thinking e organizados em 52 equipes aprenderam na prática como funcionam as etapas de imersão, ideacao, prototipacao e desenvolvimento da solução. A etapa semifinal aconteceu na sexta e seis equipes foram para a grande final valendo duas vagas no Gran Prix Brasil. A entidade internacional de caráter educativo e sem fins lucrativos  encara missão de inspirar e preparar alunos das redes pública e privada a empreender - criada há mais de um século e atuando há 23 anos no estado.

    Durante o Grand Prix de Inovação, encerrado na última segunda-feira (28), as equipes vencedoras - Fighters (São José), Zina (São João Batista) e NewGen (Otacílio Costa) – desenvolveram soluções através de  plataformas e apps com mecanismos de auxílio psicológico no combate à ansiedade, à depressão e o tabagismo. “Forma momentos de muito trabalho, mas aprendi muito e consegui colocar minhas habilidades em prática”, afirma Matheus Baraúna, da Zina.  

“Uma vez entregue  a dor todos pesquisaram compreenderam o problema, e buscaram juntos alternativas inovadoras, foi bonito ver os jovens empenhados na busca de soluções  inovadoras para a saúde. Todos tiveram o apoio e a experiência de mentores voluntários, que ajudaram neste desafio”, afirma Evandro Badin, diretor-executivo da Junior Achievement. “Desde o início da suspensão das aulas, focamos nossos esforços na transformação digital e na entrega de novas e modernas oportunidades de qualificação gratuitas aos estudantes”, explica Badin. Ele completa que, muito além da colocação e premiação, o que vale é o aprendizado que todos levam do experimento. “Nossa meta é desenvolver capacidades tanto críticas e emocionais na conclusão dos projetos”.

29.Sep


Deixe comentário