Programa JA Startup online em parceria com Gerdau

Programa JA Startup online em parceria com Gerdau

Desenvolver soluções inovadoras para a sociedade se tornou um diferencial hoje. Por isso, a JA Espírito Santo em parceria com a Gerdau e a JA Brasil, realizaram o programa JA Startup Online e a Startup Next Good, projeto desenvolvido por alunos do curso conquistou o primeiro lugar nesta edição do programa.


O programa reuniu 40 jovens do Espírito Santo, divididos em 8 grupos, que aceitaram o desafio: desenvolver uma startup em três semanas e apresentar o melhor pitch para banca avaliadora no Demoday.


Todas as startups passaram por uma banca avaliadora do JA Startup, composta pela presidente da JAES e diretora administrativa da Real Café, Tatiana Tristão, o desenvolvedor de inovação do Brooder, Alexandre Rodrigues e o fundador e CEO da Ideyas.it, João Dornelas.


“É difícil sentar para pensar e criar uma ideia inovadora e fazer isso com pessoas que nunca encontramos antes, é ainda mais difícil. Houve vontade de desistência, mas no final, nos empenhamos para fazer o melhor. Então aprendemos ainda mais a não desistir, porque se você deseja uma coisa e quer fazer dar certo, continue persistindo, que uma hora você vai conseguir”, conta Everton José de Oliveira Alves, estudante e integrante do grupo da Startup vencedora.


Premiações


A Startup Next Good que recebeu o primeiro lugar, desenvolveu um aplicativo voltado às causas sociais com o propósito de conectar instituições e associações a empresas que desejam investir na área social e gerar impacto social.


Já a Startup Tag 6 ficou com o segundo lugar, tem o objetivo de conectar alunos de escola pública a universitários, para que estes universitários possam ajudar aos alunos a desenvolver habilidades e atividades escolares.


A Startup Pit Shop que recebeu o terceiro lugar, buscou inovar no trabalho de prestação de serviço. Os alunos desenvolveram um aplicativo para trabalhadores autônomos se conectarem com pessoas que precisam de qualquer tipo de assistência profissional.


“As startups desenvolvidas por nossos alunos, tiveram um bom período inicial de construção de boas ideias e soluções inovadoras para problemas recorrentes na sociedade. É isso que a JAES busca: cada vez mais impulsionar esses jovens a mostrar o talento que possuem e a interagirem por meio do conhecimento em um mundo cada vez mais dinâmico e competitivo”, afirma Elaine Lima, diretora executiva da JAES.

29.Sep


Deixe comentário